+55 51 3093.7200

A importância de realizar Benchmark na sua empresa

O termo benchmarking vem do inglês “benchmark” e significa “referência”. O nome é atraente, já que este processo recai exatamente no que a concorrência pode te ensinar para melhorar seus processos.

Desta forma, é possível dizer que o benchmarking é o processo de busca as melhores práticas. Apoiado na comparação de produtos, serviços e práticas de negócios olhando para a melhoria constante do seu negócio.

O benchmarking, então, exige um grande conhecimento no controle do mercado para que as práticas e os resultados sejam ajustados à realidade da empresa. É importante não confundir benchmarking com cópia, afinal, você não estará copiando ninguém. Mas sim comparando seus processos às empresas líderes de mercado e filtrando aquilo que vai tornar o seu trabalho melhor e competitivo.

Em primeiro lugar você precisa estar por dentro dos melhores práticas do mercado. Isso não significa que você simplesmente vai copiar o que os outros estão fazendo. Afinal, não existe nenhuma diferença competitiva que te garanta sobrevivência no mercado.

A questão passa pelo melhoria dos processos. Quando a sua empresa faz benchmarking, ela facilita o processo de mudança. Especialmente para os negócios que estão fazendo mudanças de gerencias de novas operações ou colocando novas tecnologias. O mercado está em sempre em transformação, o que exige uma capacidade de ajuste cada vez maior de equipes de todos os setores.

Outra vantagem de fazer benchmarking é olhar o uso de tecnologias. Como os softwares de gestão que podem motivar os processos de rotina e aumentar a produção da equipe. Sabemos o quanto a tecnologia está “invadindo” o mercado de trabalho. Criando um plano onde ideias como automação, inteligência artificial, machine learning e outras tecnologias deixaram de ser tendência para virar em necessidade.

Fazer benchmarking também permite que você veja os aspectos responsáveis pelo sucesso de um definido player de mercado. Essa domínio do mercado leva a revisão das próprias práticas, além de fornecer um conhecimento importante dentro do seu segmento de mercado.

Não menos importante, outro benefício do benchmarking é a reduzir os erros. Afinal, o que a competição pode ensinar para você não aprenda apenas nos acertos, mas principalmente nos tropeços. Para que você não cometa erros que podem custar o seu negócio. Você tem a chance de aprender o que não dá certo e ainda evitar prejuízos financeiros por causa desses erros. A propósito, a redução de custos está mesmo muito ligada ao benchmarking.

Por que fazer benchmarking?

Tipos de benchmarking


Apesar de falarmos do benchmarking como um conteúdo, ele também pode ser dividido em vários tipos. São eles:

Benchmarking interno



O benchmarking costuma ter outras empresas como referência, mas no interno a coisa é diferente. Este processo é a comparação das práticas de setores e áreas da própria organização. Motivando a troca de conhecimento e o melhoria dos setores a partir do conhecimento que a empresa já possui.

Ademais, o benchmarking interno também faz a integração, o trabalho em equipe. Aumenta o empenho e estimula o apoio para o bem de todos, algo muito importante para uma empresa.

Benchmarking competitivo



Este é o processo mais tradicional do benchmarking, porque é sobre as empresas líderes de mercado do setor com o qual você trabalha. É comum que as empresas opostas se mostrem abertas a esse processo. Afinal, está cada vez mais claro que ficar sozinho no seu próprio negócio é perder oportunidades de mercado e tornar a concorrência fria.

Quando você adota uma postura mais flexível, cria melhores condições para competir de igual pra igual com qualquer concorrente do seu setor.

Benchmarking funcional



É a compreensão de práticas inovadoras de outras empresas que possam ser adaptadas à realidade do seu negócio. Esses documentos, portanto, consistem não apenas em conhecer os processos dos concorrentes, como também os seus próprios já que toda mudança precisa mudanças.

Benchmarking genérico



Consiste em verificar como os processos da sua empresa são feitos e praticados em outras organizações. Por se tratar de um conceito mais comum, não necessariamente precisam ser empresas do seu setor como referência para este método.

Como executar o benchmarking?

Em primeiro lugar, é importante observar que a execução do benchmarking exige a formação de uma equipe especializada. Que tenha ligação com os processos e a análise dos resultados.

Obviamente, você também precisará determinar quais são as empresas que servirão de referência e por quais motivos. Não menos importante, também é necessário reconhecer quais são as necessidades e as problemas dos processos internos. Para então determinar os métodos a serem seguidos na análise, sejam eles qualitativos ou quantitativos.

Depois do planejamento e da análise, chega o momento da integração que é justamente a capacidade de interpretar aquilo que foi documentado. E saber como a sua atuação pode ser melhorada. Por último, vem à fase da maturidade que consiste na aplicação daquilo que foi colhido, conquistando uma maior maturidade com a implementação de melhores práticas.

Algo a ser observado é que uma empresa jamais deve abrir mão de sua identidade para fazer benchmarking. Quando se aprende os erros e acertos no mercado, você simplesmente não deve copiar a proposta de valor. Mas sim adaptar as estratégias dentro de sua missão e valores.

Para que sua empresa esteja no mesmo nível que a concorrência é importante avaliar o seu desempenho diante do mercado. Fale com nossa equipe e solicite um Benchmark A Klassmatt pode ter a solução que você busca!

admin_12

klassmatt

A Klassmatt é uma empresa especializada em saneamento, governança de cadastros de Dados Mestres e Big Data, com 23 anos de experiência, possui clientes em mais de 35 países e desenvolveu a plataforma mais avançada e robusta do mercado na área de governança e padronização de cadastros de materiais, serviços, clientes e fornecedores, a plataforma Klassmatt®. Oferecemos soluções para saneamento de dados referente as descrições, padronização, higienização, enriquecimento de materiais, serviços, clientes e fornecedores, atuamos com classificação fiscal de NCM, NBS, CEST, LC 116, tradução para diversos idiomas, categorização UNSPSC e adição de mídias, tudo de acordo com os mais altos níveis cerificações nacionais e internacionais.

Você pode gostar

NBS

O que é NBS?

Antes de tudo, NBS é a nomenclatura brasileira para serviços e outras atividades que geram mudanças nos bens.

O que é Gestão Master Data (MDM ou Gestão de Dados Mestres)

O que é Gestão Master Data? (MDM)

Antes de tudo, para entender bem a gestão de dados mestre (MDM). Primeiramente temos que definir e explicar o que são dados mestre e diferenciar

2 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.