Contate-nos: contato@klassmatt.com | +55 51 3093.7200

Como fazer a gestão de fornecedores para evitar prejuízos?

Antes de tudo, fazer a gestão de fornecedores te ajuda a ter mais sucesso para sua empresa e você como dono de negócio deve fazer esse tipo de gestão. Primeiramente, se deve deixar claro para cada setor, que as tarefas da gestão de fornecedores podem fazer coisas diferentes e boas.

Acima de tudo, essa é decisão muito importante que pode ajudar a não deixar erros e perdas acontecerem em parceria com quem te fornece seus itens. Eventualmente, as perdas no que aconteceram no varejo no ano de 2018 no Brasil, foram mais de mais de de 6,7 bilhões de reais, mostrando que a gestão não está sendo feita do jeito certo.

Em primeiro lugar, na maioria dos setores as perdas são por causa da gestão ruim de quem cuida da área quem escolhe quem fornece. Nas grandes parte dos setores, boa parte dessas perdas é consequência de má gestão ou de causas de empresas. Em especial, quando uma corporação não atende a certos padrões de gestão e demais requisitos técnicos junto aos fatores, poderá sofrer com perdas seguidas.

A princípio, vamos começar a considerar que uma gestão boa de fornecedores é algo de muito valor para ter a redução de perda e de custo para a sua empresa. E para toda sua gestão de cadeia de estoque também. Fazendo com que seu negócio tenha mais lucros.

Por que é importante fazer a gestão de fornecedores da forma certa?

Primeiramente, vamos começar falando que aplicar uma gestão boa em relação a que te fornece é um passo sério para deixar o seu setor de compras cada vez mais profissional. E traz uma boa relação com quem fornece produtos para o seu negócio. E com com a ajuda dessa gestão você pode conseguir diminuir ainda mais perda de dinheiro. Visando ainda a redução das perdas das finanças do seu negócio, com base na gestão.

Antes de mais nada, a inclusão de novos métodos que passam a aplicação de técnicas de gestão orienta melhor as atividades como entrega. Controle de entrada e saída de produtos, aprovação, investimento de estratégia no setor de qualidade reduzindo falhas, perdas e outros defeitos.

Dicas básicas

Por exemplo, nesse artigo vamos te mostrar algumas dicas básicas para te orientar em sua empresa, te ajudar a criar estratégias para os setores do seu negócio e aumentar a presença da gestão de fornecedores. E como já podemos ver a cima é uma ação que pode trazer muito lucro para seu negócio.

1 – Definição de seus objetivos

Em primeiro lugar, você tem que saber os seus objetivos, depois disso escolher suas metas e elas devem ser claras e realistas para que possam ser alcançadas por você de forma correta.

Em suma, depois de saber quais são os seus objetivos, você tem que avaliar quais compras são básicas para sua empresa. Saber os itens que não podem faltar nunca porque podem atrapalhar a sua produção. Também tem que saber quais itens novos seu negócio vai precisar para continuar lucrando e produzindo cada vez mais.

Afinal, o gestor e sua equipe tem que falar todas informações que envolvem essa gestão de um jeito que todos da empresa entendam. Para todos os funcionários saber como o projeto funciona, seus resultados e se eles estão sendo atingidos, gerando mais lucros para sua empresa. Todos os funcionários devem saber os detalhes da gestão de fornecedores, dessa forma, o projeto corre sem erros e sem prejuízos no setor que produz.

2 – Determinar plano de ação para sua empresa

Posteriormente, a equipe que toma as decisões da sua empresa vai ter que ter um plano para agir. Onde ela possa ver juntas todas as informações, orçamentos e outros dados junto com o fornecedor.

Como resultado, todos os estudos que sua equipe vai fazer devem ser feitos levando em consideração os objetivos e metas que você definiu.

Dessa forma, é uma decisão que ajuda o dono do negócio a ter melhores decisões na hora de comprar itens para a empresa.

Bem como, m uma empresa do varejo, saber fazer a gestão de fornecedores do jeito certo aumenta o seu poder na hora de conseguir negociar os preços com os possíveis fornecedores. Desse jeito você movimenta o mercado fazendo com que as melhores ofertas cheguem até você e assim consiga negociar mais empresas que vendam o item que você quer.

Desse modo, Os setores de compras e marketing da sua empresa também vão conseguir ter uma ideia de quantidade de compras ter um plano de ação na hora da compra dos itens. Lembrando que é uma coisa que vai sempre mudar todos os anos, porque os preços mudam, a qualidade dos fornecedores e a quantidade de itens que sua empresa compra também muda ano após ano. Essas ações podem ir sendo ajustadas de acordo com as escolhas feitas pela sua equipe, podendo também ter a busca por novos fornecedores.

É importante criar um lista que esteja sempre atualizada com os pedidos que foram feitos e faturados pela sua empresa com cada fornecedores, e organizar os dados de cada venda feita. Assim você tem o controle do setor.

3 – Tenha atenção em cada etapa do processo de gestão de fornecedores

Com a gestão dos fornecedores, você tem que saber organizar sua empresa em cada etapa do processo, para não ter erros. Todos os setores da empresas precisam estar com os mesmo objetivos e metas claras sobre cada fase da gestão de estoque.

Dessa forma, o setor de produção, compras e marketing devem estar juntos. Com todos os outros setores da empresa para que a cadeia de estoques seja organizada para os setores .

Considerando todos os processos juntos, Os setores da empresa devem estar sempre com os mesmos objetivos e metas claras em todas fases da gestão de estoque.

Os donos de negócios vão evitar as falhas nos processos. Os setores da empresa devem estar sempre com os mesmos objetivos e metas claras em todas fases da gestão de estoque.

É muito importante ter as operações, políticas e práticas da empresa claras com os parceiros. Dessa forma, não fica nenhum mal entendido.

4 – Monitorar os custos do processo

Os custo é um motivo básico e importante no momento da gestão de compras. é em torno dele que sua empresa gira e quanto mais baixo ele for, mais alto será seu lucro. É importante da gestão de fornecedores a gestão da produção em si.

Uma boa administração garante preços melhores e um bom controle dos seus fornecedores. Ajudando a aumentar os lucros do seu negócio.

Os gestores devem olhar também os gastos repetidos. Avaliar se cada gasto está correto com o valor do produto a ser comprado ou produzido para o mercado de atuação. Dessa forma, analisando também todos os produtos envolvidos diretamente com a cadeia de suprimentos.

O gestor precisa ser mais econômico para aumentar o lucro, mantendo o nível de qualidade dos produtos.

5 – Invista no bom relacionamento

O dono da empresa deve sempre buscar um bom relacionamento com o seu fornecedor, porque é algo que pode trazer benefícios a sua empresa de uma forma fácil. Sendo que eles precisam ser considerados como bons parceiros de negócio.

Os bons fornecedores tem um grande papel que ajuda a empresa a alcançar bons resultados Para garantir que seu cliente fique feliz e volte a comprar de você.

É fundamental realizar uma seleção de possíveis fornecedores antes de fechar contrato de compras. Criar e manter um bom relacionamento com todos é importante para ter um papo correto e uma relação de lucro.

Em todos os casos, agir junto com os bons fornecedores permite análise de melhores estratégias para os dois lados. Com acesso às melhores soluções e superar eventuais problemas.

6 – Plano logístico

Os gestores precisam também acompanhar o processo logístico, sabemos que a logística é uma área de conhecimento teórico e prático crucial para a gestão. Sendo essencial acompanhar a logística de modo eficiente.

Inicialmente, é indicado manter um controle de estoque, verificar o manuseio dos suprimentos em procedimentos de movimentação de produtos. Evitar danos ou defeitos aos produtos e manter todo o local de estoque sempre seguro.

A empresa ainda pode investir em serviços de rastreamento de produtos e localização de estoque. O que ajudará a profissionalizar as etapas de cadeia de suprimentos. Gerando mais controle no processo de entrada e saída de matérias-primas, insumos e produtos finais.

7- Invista em KPIs

A empresa deve analisar também os KPIs através de processo de monitoramento. Que permite a identificação de falhas, pontos de melhorias e identificação de resultados planejados.

A gestão da empresa pode utilizar indicadores de custos, qualidade e serviços vinculados a erros ou inconformidades.

Considerando ainda o nível de desempenho das questões de produtividade, qualidade e financeiro, em alguns casos a empresa ainda poderá contar com consultores. Em caso de revisão de processos mais complexos e robustos.

As vantagens da gestão de fornecedores

Ao decidir fazer a gestão de fornecedores a empresa obtém maior nível de organização, de direcionamento da cadeia de suprimentos. E inclusão de visão estratégica para o seu fluxo de produção.

​A empresa poderá obter negociações mais estratégicas, obtenção de melhores preços, elevação da qualidade dos produtos. Geração de diferencial competitivo, geração de valor agregado e criação de parcerias positivas.

O que fazer?

A empresa ainda poderá implementar novas ações para elevar a organização e o controle de dados referentes a fornecedores e produtos. O gestor ainda pode:

– Investir a criação de Checklist de modo automatizado;

– Realização de inspeção de qualidade eficiente;

– Definição e monitoramento de processos em tempo real;

– Utilizar processos que garantam o padrão de qualidade;

– Procurar gerar relatórios segundo os KPIs;

– Implementar processos que obedeçam os protocolos de certificação auditáveis.

Processo profissional

Devemos fazer a gestão de fornecedores como uma iniciativa que abrange visão estratégica com a meta principal de evitar problemas e gerar parcerias mais saudáveis.

A empresa deve organizar as atividades visando evitar atrasos, otimizar gastos e buscar que a empresa obtenha base de apoio para soluções de alto custo.

Esse tipo de gestão deve considerar o gerenciamento de prazos de entrega, avaliação contínua de contratos para encontrar novas oportunidades. Inserir um papo direto com os setores de vendas, marketing e publicidade.

Também deve-se verificar a quantidade de insumos existentes, incluindo também a identificação da quantidade dos suprimentos necessários.

Considerando a rotina organizacional, a corporação deve organizar o seu fluxo de trabalho. Com o uso de materiais que sejam necessários para cumprimento de prazos acordados com os clientes.

Impactos positivos

Saber fazer gestão de fornecedores ajuda a empresa a ser mais produtiva e competitiva. Principalmente, quando há um manejo correto no processo de compra de produtos, pagamento de contas e avaliação correta dos prazos.

Dessa forma, todo o plano da empresa será sempre mais dinâmico, com as equipes sabendo se planejar para atender a determinadas demandas já existentes. Evitando atrasos recorrentes.

Da mesma forma, as equipes de compra poderão identificar o melhor momento para adquirir determinado insumo. Visando a redução de custos no processo de fabricação de produtos.

Por outro lado, quando ocorre atrasos no pagamento de contas a empresa perde novas oportunidades. Com um bom plano os atrasos são evitados o que evita também multas e demais prejuízos financeiros.

Ou seja, com todos esses ganhos a empresa criará uma cadeia de suprimentos e operacional mais econômica e muito mais ágil. Todas as rotinas serão feitas com a realização e sem interrupções ou perdas

Otimizado a gestão

Sobretudo, sempre que, quando buscar fazer gestão de fornecedores, esse processo precisa ser aplicado de modo otimizado. Com aplicação de um conjunto de estratégias a serem implementadas para flexibilizar o trabalho dos colaboradores. Direcionamento dos investimentos de modo correto e evitar gastos desnecessários.

Catálogo dos fornecedores

Acima de tudo, as empresas precisam ainda organizar catálogos de fornecedores que contenham contatos e condições de prestação de serviços ou insumos variados. A lista deve apresentar vários grupos de parceiros comerciais contendo dados de contato e perfil.

Quando ocorre a necessidade de comprar novos insumos para o trabalho geral da empresa ou matérias-primas. Para atender a um fluxo de produção poupando tempo e esforço ao ter um catálogo sempre atualizado.

Pesquisa de preços

A empresa também deve realizar pesquisas constantes de preços principalmente para identificar prazos existentes, possíveis custos e entender as características de cada tipo de produto.

O grande foco é acesso ao melhor custo-benefício. Pois esse tipo de pesquisa evita que a empresa venha a pagar mais caro por um determinado insumo ou matéria-prima. Sendo assim, a decisão final será a favor do fornecedor que oferecer o melhor custo-benefício para a empresa e seu setor de compras.

Plano de compras

Primeiramente, todos os setores da empresa, incluindo o da gestão, devem manter papo ativo com as demais áreas do plano de compras. Enfim, muitas vezes, a corporação pode iniciar um projeto, reformular objetivos e buscar novos parceiros para atender a demandas internas e externas.

Ao mesmo tempo, conhecendo as demandas do público-alvo. A falta de um plano de compras para a produção ou para as vendas pode comprometer todo um processo profissional. Para fazer a gestão de fornecedores de modo correto.

​Revisão de contratos

Em muitos casos, principalmente em situações de decisões periódicas, o setor gestor da empresa ainda poderá sentir a necessidade de revisar contratos atuais.

​Revisar os contratos com os fornecedores pode fortalecer metas e manter um positivo relacionamento com os atuais parceiros com novos ganhos para a empresa.

​Conclusão

Portanto, existem diversas oportunidades estratégicas para fazer a gestão de fornecedores gerando apoio para o setor de compras da empresa e demais departamentos da corporação.

Assim, em muitos casos, a tecnologia utilizada por meio de sistemas de controle e monitoramento pode ainda ajudar no corte de gastos. Evitar atrasos e melhorar o acesso a informações estratégicas que usam a gestão.

Enfim, o controle de entrada e saída de produtos, o dados monitorados e demais soluções tecnológicas ajudam a somar no plano exercido junto aos fornecedores. Com melhoria de prazos, preços e qualidade.

Portanto, de todo modo, é importante investir nesse segmento de gestor de forma a melhorar o ambiente organizacional e obter melhores resultados de mercado.

Portanto, quer saber mais sobre esse assunto? Marque uma reunião com nossos Especialistas.

Klassmatt

A Klassmatt é uma empresa especializada em saneamento, governança de cadastros de Dados Mestres e Big Data, com 23 anos de experiência, possui clientes em mais de 35 países e desenvolveu a plataforma mais avançada e robusta do mercado na área de governança e padronização de cadastros de materiais, serviços, clientes e fornecedores, a plataforma Klassmatt®. Oferecemos soluções para saneamento de dados referente as descrições, padronização, higienização, enriquecimento de materiais, serviços, clientes e fornecedores, atuamos com classificação fiscal de NCM, NBS, CEST, LC 116, tradução para diversos idiomas, categorização UNSPSC e adição de mídias, tudo de acordo com os mais altos níveis cerificações nacionais e internacionais.

Você pode gostar

Dados mestres

O que são Dados Mestres

A receita da líder no mercado de software e serviços para gestão de dados mestres cresceu 5 vezes nos últimos 4 anos. No período foram 30 novos clientes, como Bayer, Tigre, Equatorial Energia, Braskem, OZ Mineração e Dana Corporation, entre outras empresas de grande porte.

KLASSMATT cresce 30% no 1º semestre de 2022

A receita da líder no mercado de software e serviços para gestão de dados mestres cresceu 5 vezes nos últimos 4 anos. No período foram 30 novos clientes, como Bayer, Tigre, Equatorial Energia, Braskem, OZ Mineração e Dana Corporation, entre outras empresas de grande porte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *