7 erros que você não pode cometer no cadastro de produto

Klassmatt

Líder na América Latina em Saneamento, Governança e Big Data de Dados Mestres

cadastro de produto

Navegue

O cadastro de produto é a base de operação de um negócio. Portanto, quando ocorrem erros nesse setor, toda a empresa acaba sendo impactada de maneira negativa. Esses gargalos são comuns, principalmente nas companhias que avaliam uma base de dados organizada como algo de importância secundária.

Nesse processo, alguns equívocos comuns são evitados com cuidados simples, ajudando a sua empresa a economizar tempo e dinheiro. Continue a leitura e conheça as sete principais falhas que podem ocorrer na gestão de estoque de uma marca.

Deixar cadastros duplicados

Itens duplicados no cadastro de produto é um dos erros mais frequentes no dia a dia de uma empresa. Esse problema pode gerar sérios prejuízos para o negócio e é normalmente causado por preenchimentos de informações equivocadas por parte de um usuário ou até mesmo por conta de um sistema de gestão ineficiente.

É preciso ter cuidado com esse ponto, principalmente para aqueles que trabalham com e-commerce, pois esse problema às vezes afeta a reputação da marca. Isso porque os clientes podem acabar recebendo pedidos incorretos.

Manter dados incompletos

A divergência de informações no cadastro causada pelo preenchimento de dados incompletos é um dos erros mais comuns no gerenciamento de estoque. Essa falha impacta, inclusive, o estoque de produtos em processo, que é um dos mais prejudicados pela desorganização da fábrica.

As informações completas são cruciais para que a empresa aprenda mais sobre os clientes e conheça os fornecedores de produtos. Assim, ela consegue melhorar os produtos e serviços oferecidos e tomar decisões mais estratégicas para o negócio.

Realizar os cadastros sem um padrão

Uma maneira eficiente de resolver os problemas anteriormente citados de cadastro de produto duplicado ou incompleto é por meio da utilização da Padronização Descritiva de Materiais (PDM). Ela define critérios para a classificação dos produtos, tais como nome, dimensão, marca, quantidade, preço, categoria e prazo de validade.

Quando o cadastro de itens é realizado sem adoção de um padrão eficiente, fica difícil compreendê-lo e organizar as informações. O saneamento de dados, além de auxiliar na produção dos cadastros, também facilita a leitura e compreensão das informações, transmitindo mais segurança na hora de fechar a compra.

Não corrigir equívocos tributários

Os tributos têm um peso significativo para as empresas no Brasil. Para evitar problemas com impostos sobre o produto, é importante sempre revisar e corrigir possíveis divergências no cadastro. Além disso, como algumas tributações sofrem alterações com o tempo, é sempre primordial atualizar os dados.

Nesse caso, a utilização de um padrão descritivo também faz a diferença, pois ele orienta a companhia no pagamento dos tributos. Como resultado, a empresa acaba cumprindo as leis e evitando problemas.

Não consultar e analisar frequentemente o banco de dados

Um dos possíveis erros no cadastro de produto é não fazer revisões e consultas periódicas para otimizar o processo e identificar gargalos. A utilização de um software, por exemplo, pode facilitar essa prática de governança de dados e garantir a conformidade das atividades com as normas internas e exigências legais.

Não apontar a categoria dos produtos

A indicação das categorias dos produtos no sistema de cadastro ajuda a agilizar a localização e identificação das mercadorias. Além disso, essa classificação também auxilia na comparação de preços e opções entre marcas.

Isso com certeza ajuda a fazer uma gestão do estoque mais inteligente. Por consequência, a experiência tanto dos funcionários quanto dos clientes é melhorada.

Ignorar a importância da tecnologia ou utilizar um sistema ineficiente

Não é novidade que atualmente a tecnologia ocupa um papel fundamental na gestão de empresas. Não seria diferente no setor de estoque com o cadastro de mercadorias. Um bom software faz a diferença, ajudando a evitar não só os erros citados como vários outros.

Por outro lado, um programa ineficiente que não atende às necessidades do seu negócio também pode mais atrapalhar do que ajudar. Por isso, é preciso fazer uma escolha embasada que irá trazer resultados concretos para a sua marca. Assim, será possível monitorar o cadastro de produto com mais eficiência.

KlassLite

Para auxiliar as empresas a não cometerem essas falhas no cadastro de produto, a Klassmatt desenvolveu o KlassLite. O software gratuito possibilita a criação de padronização descritiva para mercadorias de forma rápida e extremamente simples.

Os padrões criados com a tecnologia podem ser usados em qualquer sistema, incluindo planilhas de Excel e os principais ERPs do mercado. Além disso, o software é super intuitivo e didático, pois acompanha um vídeo explicativo. Assim, os colaboradores se familiarizarão com a ferramenta mais rapidamente.

Quer saber como evitar esses erros? Baixe o KlassLite!

Como você viu, há uma grande variedade de falhas que podem ocorrer no cadastro de mercadorias. Felizmente, é possível evitá-los e até resolvê-los com a utilização do KlassLite, sem custo algum ou necessidade de baixar um programa complementar.

Com o preenchimento de um rápido formulário, o usuário recebe um link via e-mail para realizar o download do software. Não tenha mais prejuízo com falhas no cadastro de itens no estoque da sua empresa, baixe aqui a ferramenta e conte conosco!

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Foto Jivo

Marcieli Vaz

Online

Olá, Como posso ajudar?